Mobilização Precoce em Pediatria ...

Olá Intensivista! Sou Ana Beatriz Salgueiro, fisioterapeuta, especialista em Pediatria e Neonatologia. Na minha caminhada profissional existe um tema que sempre me abordam com estranheza, principalmente quando aplicado à Criança Cardiopata, a Mobilização Precoce.

Mas, Bia como assim, Mobilização Precoce em Pediatria?

Sim, é possível! Por isso iniciarei uma série de textos aqui no Blog da FisioIntensiva para debatermos a Mobilização Precoce em Pediatria, e, para começar vamos ao Conceito de dois  temas importantes – Fraqueza Muscular Adquirida na UTI e Mobilização Precoce.

A fraqueza adquirida na UTI é caracterizada pela degeneração axonal nervosa e pela perda da miosina, de causa multifatorial influenciada pela inflamação sistêmica, por medicação, desequilíbrio eletrolítico e claro, pela imobilidade.

Mobilização Precoce é a atividade capaz de provocar efeitos fisiológicos agudos que alteram a ventilação, perfusão (central e periférica), circulação sanguínea, metabolismo muscular e estado de alerta. Deve ser iniciada o quanto antes possível, ou seja, quando paciente se encontra estável fisiologicamente.

E agora, depois de contextualizar já posso deixar A PRIMEIRA AFIRMAÇÃO: IMOBILISMO GERA FRAQUEZA MUSCULAR E ELA LEVA A MAIOR TEMPO DE UTI, DOR E TERMINA EM PÉSSIMOS DESFECHOS FUNCIONAIS, COGNITIVOS E DE SAÚDE MENTAL NA CRIANÇA. 

Em resumo, Imobilidade está associada a perda de massa muscular, que se inicia desde a internação na UTI e aumenta consideravelmente, podendo chegar a uma perda de mais de 20% nos primeiros 10 dias de internação, gerando em média 40% de redução da força muscular em uma semana. Como a fraqueza atinge todos os músculos esqueléticos, a criança perde força tanto periférica quanto respiratória. 

Por isso o imobilismo gera inúmeros malefícios para a criança hospitalizada, além da fraqueza, o aumento do tempo de permanência na UTI e no hospital, maior tempo de ventilação mecânica, dor, além disso é precursora de péssimos desfechos pós internação, este último diretamente proporcional a qualidade de vida pós alta.

Agora que vimos o estrago que a Imobilidade pode trazer, convido você a estar comigo no próximo texto, no qual irei abordar a atuação em equipe interdisciplinar, para então apresentar o Bundle de boas práticas na assistência intensiva para reduzir as complicações e auxiliar na reabilitação de crianças com doenças críticas.  

Nos vemos em breve,

Ana Beatriz De Oliveira Salgueiro

CREFITO 3/218.470 - F

 

‘Acredito que fisioterapia de qualidade é feita com ciência e respeito’'

 

 

Posts Relacionados

Interdisciplinar e multidisciplinar...
Você sabe o que é o Bundle?
Fisiointensiva
Redes Sociais

© 2019 - Fisiointensiva - Todos os Direitos Reservados