Cuidados Paliativos: atuação do fisioterapeuta

Segundo a Academia Nacional de Cuidados Paliativos (ANCP), alguns dos princípios dos Cuidados Paliativos são: Alivio do sofrimento, compaixão pelo doente e seus familiares, o controle impecável e intensivo dos sintomas, a busca pela autonomia e manutenção de uma vida ativa enquanto for possível. Estes são alguns aspectos que, felizmente, têm ganhado espaço pelos profissionais da saúde e em todas as esferas da sociedade brasileira.

Nesse contexto, o fisioterapeuta, torna-se um profissional envolvido no processo, e por isso faz-se necessários ampliarmos as discussões acerca do assunto. Nesta série com o Dr. Daniel Alveno, veremos muita reflexão, emoção e debates sobre mitos e verdades além de assuntos polêmicos do dia a dia dos profissionais que atuam com esse tipo de paciente, mas acima de tudo veremos muita VIDA.

Com a Palavra O PROFESSOR:

A série foi produzida com o objetivo de difundir conhecimento sobre questões importantes relacionadas à atuação do fisioterapeuta com pacientes sob cuidados paliativos. A população está envelhecendo, a medicina avançando e com isso, nota-se o aparecimento cada vez mais frequentes de pacientes com doenças crônicas, progressivas, incuráveis que apresentam sequelas motoras e neurológicas graves.

Concomitantemente ao avanço da medicina, exacerba-se nos profissionais da saúde o pensamento de “manter a vida a qualquer custo” e com isso se multiplicam os casos de distanásia, nos quais recursos fúteis e obstinados são empregados ao paciente apresenta com pouca ou nenhuma qualidade de vida, autonomia, e muitas vezes com sintomas insuportáveis.

Assim, é fundamental que saibamos reconhecer, avaliar e tratar adequadamente os sintomas, melhorar ou manter a funcionalidade dentro das possibilidades existentes naquele momento, garantindo ao paciente os princípios de, beneficência, não maleficência, autonomia e justiça, que devem nortear as condutas em cuidados paliativos.

É uma honra fazer parte desse momento único da vida do ser humano que está ali. A morte é um dia especial, a última etapa da vida, trazer alívio é um dever como profissional que está cuidando daquela pessoa.” (Dr. Daniel Alveno)

Adquira o curso: Os Desafios da Fisioterapia Em Cuidados Paliativos Agora Mesmo. Clique Aqui!

Posts Relacionados

Fisiointensiva
Redes Sociais

© 2019 - Fisiointensiva - Todos os Direitos Reservados